Alimentação infantil saudável

Muito falamos aqui no IMulher sobre a importância de mantermos uma alimentação saudável, tanta para a nossa saúde, quanto para manter a boa forma; mas não podemos nos esquecer que as crianças devem e merecem ter uma alimentação equilibrada desde as primeiras papinhas.

Hoje nós traremos para vocês um guia sobre alimentação infantil saudável, então mamães muita atenção, pois esse assunto é importante. Confira!

Recomendações de uma alimentação saudável para crianças

Ter uma alimentação adequada é de extrema importância na vida de uma criança. Todo seu desenvolvimento físico e psíquico depende de como ela se alimentará. A Organização Mundial da Saúde recomenda o aleitamento materno exclusivo até os seis meses de vida (sendo recomendado que o aleitamento siga até os dois anos de idade), e a partir daí os alimentos começam a ser introduzidos na vida do bebê. Essa introdução deve ser devagar e gradual, para o bebê se acostumar com novos sabores e texturas.

Frutas, legumes, verduras, carnes, ovos, cereais e tubérculos, de preferência alimentos orgânicos, serão a base de uma alimentação variada e nutricionalmente rica.

Introdução de alimentos

Segundo o Guia Alimentar do Ministério da Saúde, no início da alimentação complementar os alimentos oferecidos à criança devem ser preparados especialmente para ela, sob a forma de papas / purês de legumes / cereais / frutas. São os chamados alimentos de transição. A partir dos oito meses, podem ser oferecidos os mesmos alimentos preparados para a família, desde que amassados, desfiados, picados ou cortados em pedaços pequenos. Sopas e comidas ralas / moles não fornecem energia suficiente para a criança.

Mamadeiras

Deve-se evitar o uso da mamadeira, pois a mesma pode atrapalhar a amamentação e é importante fonte de contaminação e transmissão de doenças. Recomenda-se o uso de copos (copinhos) para oferecer água ou outros líquidos, e dar os alimentos semi-sólidos e sólidos com prato e colher.

Variedade no cardápio

Desde cedo a criança deve acostumar-se a comer alimentos variados. Só uma alimentação variada evita a monotonia da dieta e garante a quantidade de ferro e vitaminas que a criança necessita, mantendo uma boa saúde e crescimento adequados. O ferro dos alimentos é melhor absorvido quando a criança recebe, na mesma refeição, carne e frutas ricas em vitamina C.

alimentacao-infantil-saudavel-1.jpg

Invista nos bons hábitos

A formação dos hábitos alimentares é muito importante e começa muito cedo. É comum a criança aceitar novos alimentos apenas após algumas tentativas e não nas primeiras. O que pode parecer rejeição aos novos alimentos é resultado do processo natural da criança em conhecer novos sabores e texturas e da própria evolução da maturação dos reflexos da criança.

Os alimentos devem ser oferecidos separadamente, para que a criança aprenda a identificar as suas cores e sabores. Coloque as porções de cada alimento no prato, sem misturá-los. As crianças devem acostumar-se a comer frutas, verduras e legumes desde cedo, pois esses alimentos são importantes fontes de vitaminas, cálcio, ferro e fibras.

Para temperar os alimentos, recomenda-se o uso de cebola, alho, óleo, pouco sal e ervas (salsinha, cebolinha, coentro).

O que deve ser evitado

Açúcar, sal e frituras devem ser consumidos com moderação, pois o seu excesso pode trazer problemas de saúde no futuro. O açúcar somente deve ser usado na alimentação da criança após um ano de idade e os refrigerantes contém muitos malefícios. Esses alimentos não são bons para a nutrição da criança e competem com alimentos mais nutritivos. Deve-se evitar dar à criança alimentos muito condimentados (pimenta, mostarda, catchup, temperos industrializados).

Gostaram do nosso guia sobre alimentação infantil saudável? Cuidem desde cedo para que suas crianças tenham bons hábitos e cresçam saudáveis.

Matérias Recomendadas