Adesivo anticoncepcional: como funciona? Veja vantagens e desvantagens

Médica fala sobre o método e explica vantagens e desvantagens
Por Mariana Bueno
Crédito: Thinkstock
Crédito: Thinkstock

O adesivo anticoncepcional é a escolha de muitas mulheres para a contracepção. A ginecologista Bárbara Murayama, coordenadora da Clínica da Mulher do Hospital 9 de Julho, explica que, ao ser fixado no corpo, pela própria mulher, em lugares de pouco atrito, como barriga ou costas, por exemplo, o adesivo mantém uma liberação constante de etinilestradiol e norelgestromina durante um período de sete dias. 

Leia também:
Como escolher o contraceptivo ideal para mim?
Compare a eficácia dos anticoncepcionais hormonais
Anticoncepcional x risco de trombose

Como usar?

O método anticoncepcional adesivo, segundo a médica, tem a vantagem de precisar ser trocado apenas uma vez por semana e, em geral, tem menos efeitos colaterais que outros métodos, como os enjoos, já que os hormônios são liberados direta e constantemente na circulação.

"A médica que prescrever deverá orientar a colocação e também a bula deve ser lida, pois lá existem as informações, inclusive sugestões de locais a ser colocado. O mais importante é que o adesivo deve ficar totalmente grudado no corpo", explica. 

É preciso observar também a forma como ele está fixado. Se as bordas estiverem levantadas ou completamente descoladas e continuarem assim, haverá liberação insuficiente do medicamento.

Uma semana por mês o corpo deve ficar sem o adesivo e esse é o período no qual acontece a menstruação. 

E se descolar?

Se houver descolamento, mesmo que parcial, por até 24 horas, o adesivo deve ser recolocado no mesmo local ou substituído por um novo adesivo imediatamente. E o próximo deverá ser colocado normalmente no dia previsto. Mas, se o adesivo for retirado, por alguma razão, antes do prazo certo, é necessário se proteger com outro método, como a camisinha, para evitar o risco de gravidez. 

Preço do adesivo anticoncepcional

Mas, por outro lado, uma das desvantagens do adesivo anticoncepcional é o seu preço, já que, em geral, ele custa mais caro que as pílulas convencionais.  Além disso, ele possui as mesmas contraindicações de outros métodos hormonais combinados, como risco de trombose. E não pode ser usado no período em que a mulher está amamentando.

Matérias Recomendadas