6 verdades sobre a corrida: correr de agasalho emagrece mais?

Prática é uma boa alternativa para quem quer perder peso, definir o corpo e ter mais saúde. Porém, antes de começar é preciso conhecer bem o exercício
Por Redação
(Thinkstock)
(Thinkstock)

A corrida é uma ótima opção para perder peso, definir o corpo e até combater a TPM. Mas algumas dúvidas sobre a prática ainda rondam a cabeça de quem tem interesse pela atividade. Afinal, correr agasalhado facilita a queima de calorias? É normal sentir dor durante a corrida? Quem esclarece esses e outros questionamentos é o coordenador do curso de educação física do IBMR, Renato Sobral.

Leia também:
Como passar da caminhada para a corrida: personal ensina evolução para emagrecer 
Ordem dos exercícios faz diferença? Personal diz que sim e explica melhor jeito para secar 
Jornalista vence depressão, perde 20 kg e detona gordura das pernas adotando 1 hábito 

É normal ter dor durante a corrida? - “A dor é um mecanismo de proteção do nosso corpo, ou seja, um sinal de que algo errado está ocorrendo”, explica Renato. Então se há dor durante essa ou qualquer outra prática, é preciso parar com a atividade e buscar ajuda especializada para investigar o motivo das dores.Posso correr sem orientação? - Renato ressalta que a orientação por um profissional de educação física é essencial, porque ele saberá quanto tempo é preciso para praticar a corrida e em qual intensidade ela deverá ser praticada. Esses itens vão de acordo com as necessidades e objetivos de cada um. “Qualquer forma de exercício físico sem orientação traz riscos à saúde”, alerta.Correr agasalhado facilita a perda de peso? - O especialista recomenda que não se corra agasalhado, porque durante o exercício o corpo aumenta a temperatura, precisando fazer uma troca de calor com o ambiente. “Além de o agasalho potencializar o aumento da temperatura, que é prejudicial ao funcionamento do organismo, ele dificulta a troca de calor entre o corpo e o ambiente”, afirma.A corrida pode ser praticada por pessoas de todas as idades? - O especialista afirma que não existem contraindicações relacionadas à idade. “É importante que cada pessoa respeite suas particularidades. Algumas pessoas podem correr sem qualquer restrição, mas outras não”. Ele ainda reforça que é preciso fazer uma avaliação médica e outra de pré-participação em atividades de corrida.Posso me alimentar antes da corrida? - O profissional afirma que vai depender do alimento que for consumido. “Em geral, não é aconselhável se alimentar antes da prática de exercícios, pois o processo de digestão e a demanda muscular, simultaneamente, podem provocar um colapso no organismo”. Ele reforça que a quantidade de alimentos deve ser pequena. Quanto mais tempo eu correr por dia, melhor? - Não exatamente. “A duração da corrida e a frequência semanal são só algumas das variáveis do treinamento, que podem ser manipuladas para obter resultados”, detalha o especialista. Mas cada caso deve ser analisado por um profissional para saber o que é melhor para quem vai praticar a atividade.

Matérias Recomendadas