Bem-Estar

(Thinkstock)

10 coisas que você faz pela sua saúde íntima e estão detonando sua vagina

Cuidar da saúde íntima de forma correta pode se tornar uma tarefa mais complicada do que realmente é, sobretudo se você possui hábitos e utiliza produtos que podem causar danos à região. Quem aponta os maiores erros é a ginecologista e obstetra Dra. Maria Elisa Noriler.

Thinkstock

5 coisas que aconteceriam com seu corpo se você deixasse de usar salto alto

Você é daquelas que não abre mão do salto alto na hora de sair de casa? Mesmo sendo lindo, elegante e deixar com uma postura bonita, esse queridinho das mulheres pode desencadear várias dores e incômodos no corpo. A revista Women’s Health listou 5 coisas que aconteceriam se você abandonasse o salto que farão você considerar essa possibilidade.

(Thinkstock)

14 sinais que seu filho dá de que ele tem algum problema de audição

Os problemas auditivos nas crianças nem sempre são tão fáceis de serem identificados. É comum que pais e responsáveis acreditem que os sinais são claros e têm total relação com os ouvidos, mas é possível que os indícios sejam inesperados e surjam de um jeito que você nunca imaginou. Entre os exemplos estão o desempenho na escola e até mesmo o fato de fazer xixi na cama. Quem explica é a otorrinolaringologista Dra. Tanit Ganz Sanchez.

(Thinkstock)

5 produtos de higiene que você usa sempre, mas não fazem bem nenhum

Produtos que prometem limpar profundamente ou proteger diversas áreas do corpo são lançados com frequência no mercado. Voltados para os cuidados com a saúde e higiene pessoal, muitos itens parecem indispensáveis, mas na verdade não são necessários para cuidar corretamente do corpo. Saiba quais produtos você usa, mas não fazem diferença alguma no seu corpo - ou fazem até mal.

Sabonete íntimo - Produtos que limpam de forma excessiva ou que contêm substâncias químicas que modificam a cor e o cheiro podem ser responsáveis por gerar irritações. Para evitar este problema, escolha um sabonete neutro, sem odor ou coloração.Protetor diário - Utilizar o protetor íntimo todos dias não só não vai fazer bem, como pode ser prejudicial para a saúde íntima. Segundo o ginecologista e obstetra Domingos Mantelli, o item abafa a região, o que a deixa mais úmida e quente, possibilitando um meio de cultura de bactérias e contribuindo para corrimentos e infecções. Alguns protetores diários ainda possuem perfumes, que podem gerar alergias e reações na pele.Enxaguante bucal - De maneira geral, o produto não deve ser usado rotineiramente, porque a maioria tem álcool em sua formulação, além de outros agentes químicos que podem prejudicar as mucosas da boca. Segundo a dentista Dra. Luana Dutra, com o tempo, o item reduz a secreção salivar e aumenta o ressecamento e a descamação. Como consequência, a retirada da saburra acaba aumentando e gerando a halitose. Lenço umedecido - Médicos explicam que não é necessário utilizar os lenços para fazer a limpeza da região íntima. Alguns destes produtos podem ser pré-umedecidos com vitamina E, aloe, álcool e outros aditivos que podem podem causar irritações e incômodos na área.Cotonete - O item pode causar uma lesão aos ouvidos, infecções e lesões, como a perfuração do tímpano, otites externas e sangramentos, de acordo com a otorrinolaringologista Dra. Rita de Cássia Cassou Guimarães. Além disso, o ouvido possui um sistema de limpeza próprio para eliminar o excesso de cera.
Thinkstock

4 nutrientes que se você comer em excesso hoje terá uma espinha amanhã

Você evita dormir de maquiagem, limpa sempre o rosto e usa produtos para acabar com as espinhas e não consegue se livrar delas? Além de estarem relacionadas com desequilíbrios hormonais, as acnes podem se agravar em função de seus hábitos alimentares. “Alguns alimentos presentes em dietas desequilibradas pioram a situação da acne, podem agravar a situação por alterar hormônios e aumentar a permeabilidade, assim favorecendo a inflamação”, afirma a nutricionista Talitta Maciel.

Carboidratos simples: alimentos como massas, pães, balas, doces, chocolate, leite e derivados elevam a glicemia no sangue, fazendo com que o corpo produza maiores quantidades de insulina para reduzir a glicose no sangue. “A insulina em grande quantidade é um hormônio que pode causar inflamação, além de aumentar a oleosidade da pele e agravar a situação da acne”, explica a especialista.Gorduras saturadas e trans: hambúrgueres, frituras, comida congelada e industrializada e bolachas recheadas também favorecem a piora do quadro de inflamação e podem aumentar a oleosidade da pele. Carne: pelo alto teor de hormônios presente, o consumo em excesso pode favorecer a produção de sebo pela pele, aumentando a oleosidade e favorecendo o crescimento bacteriano que piora a acne. Glúten: “algumas pessoas tem sensibilidade ao glúten, e ao chegar ao intestino este não consegue digerir bem à proteína e favorece o crescimento de bactérias que ativam o sistema de defesa do corpo, piorando ou fazendo surgir inflamações”, explica a nutricionista.
(Thinkstock)

Pernas inquietas e mais 4 indícios de que você tem distúrbio do sono

Sintomas como irritação, sentir sono ao longo do dia, queixas de memória ou até mesmo muito cansaço após acordar, podem significar má qualidade do sono. E de acordo com um estudo feito pelo Instituto do Sono de São Paulo, mais de 60% dos brasileiros tem ao menos uma reclamação sobre o sono. 

Pernas inquietas - A necessidade de mexer as pernas durante o dia e a noite, junto com outras sensações que causem desconforto, pedem uma avaliação do especialista.Ter dificuldade para dormir - Se você não consegue dormir por uma noite ou outra, tudo bem. Porém, se isso torna-se recorrente, é preciso analisar as causas com um especialista.Roncar - Você já foi avisado por alguém que tem roncado ou parado de respirar durante a noite, isso pode ser um sinal de um distúrbio que obstrui as vias respiratórias, a apneia.Cochilar em atividades da rotina - Se você cochila durante o dia ou durante a leitura podem significar que suas noites de sono não estão sendo satisfatórios.Sentir-se cansado mesmo tendo dormido - Se sentir cansado depois de uma noite de sono pode te dizer que o seu sono não foi de qualidade.
(Thinkstock)

6 coisas que você faz com frequência e estão prejudicando sua visão

Os problemas oftalmológicos, que prejudicam a visão, podem parecer comuns ou banais, sobretudo quando acredita-se que são influenciados pela genética. No entanto, algumas condições podem ser resultado de descuidos que você comete sem perceber, mas que são prejudiciais para a saúde dos seus olhos.

Thinkstock

13 temperos saudáveis que substituem o sal no preparo de alimentos

Retenção de líquido, pressão alta e osteoporose são uns dos problemas que o excesso de sal no organismo pode causar à saúde. O sódio está presente em muitos alimentos e nos seus preparos, e mesmo sendo importante para o bom funcionamento do organismo, o seu consumo deve ser controlado, pois o exagero pode tornar esse ingrediente um vilão do corpo.  

Gengibre: tem ação digestiva, diurética e antisséptica. E além de ser usado no preparo de chás, ele pode temperar caldos, sopas e cozidos, sendo descartado no final do cozimento.Alecrim: tem ação antioxidante e anti-inflamatória e um ramo pode ser usado no preparo de molhos, ensopados e carnes.Alho: além de deixar os pratos mais saborosos, o alho reduz a taxa de colesterol e triglicerídeo no sangue e elimina toxinas do organismo. Pode ser usado para preparar feijão, arroz, carnes e molhos.Coentro: ele melhora a digestão, fortalece os ossos e pode ser acrescentado na finalização dos pratos para temperar. Cominho: ½ colher (chá) pode ser usado para realçar o sabor do feijão, batata e outros vegetais. O cominho auxilia na digestão e previne anemia.Cebola: melhora a circulação sanguínea, previne o envelhecimento das artérias e pode ser usada no preparo de vários alimentos, realçando os seus sabores. Hortelã: tem ação analgésica e antioxidante, ajuda na digestão e pode ser usado para temperar feijão, batata e carne de cordeiro.Limão: excelente tempero para saladas e peixes, o limão auxilia a digestão e regula a absorção de açúcares.Louro: pode ser usado para preparar feijão, carnes e ensopados. Promove a boa digestão e tem ação anti-inflamatória.Manjericão: melhora o fluxo sanguíneo, previne a hipertensão arterial e possui ação antioxidante. É um bom tempero para molhos, sopas e carnes. Orégano: colocar uma pitada de orégano na salada, em massas e carnes ajuda a deixar o sabor mais gostoso. Ele tem ação anti-inflamatória, auxilia na digestão e é fonte de antioxidantes. Pimenta: ajuda na redução do colesterol, melhora o sistema imunológico e auxilia na digestão. Poderoso termogênico, a pimenta pode ser usada como tempero para carnes e molhos.Salsinha: tem ação digestiva e é rica em antioxidantes. Vai bem no preparo de legumes, assados, sopas, massas e carnes.
(Thinkstock)

Cardápio para parar de fumar: 7 dias de dieta e dê adeus ao cigarro

Parar de fumar pode parecer uma missão impossível para algumas pessoas. Remédios, soluções caseiras e outros métodos nem sempre são eficientes. No entanto, algo simples, como uma boa alimentação, pode ser uma grande aliada para ajudar a deixar o vício.

(Thinkstock)

9 mudanças que acontecerão no seu corpo se você caminhar todos os dias

Famosa por trazer inúmeros benefícios para o corpo, a caminhada combate doenças como a depressão, osteoporose, diabetes e até ajuda na perda de peso. Segundo o patologista neuromuscular, Dr. Beny Schmidt, caminhar é uma ótima alternativa para quem procura uma vida saudável.

Gasto de calorias - O especialista afirma que a caminhada na esteira é o exercício físico com maior gasto de calorias, pois a tendência é variar a intensidade dos passos. “No entanto, mesmo com menor queima calórica, caminhar ao ar livre é extremamente prazeroso”.Previne doenças cardíacas - Como consequência da melhora da circulação, há a prevenção de doenças cardíacas: “A caminhada é uma arma fundamental para evitar derrames e infartos, pois ajuda o miocárdio a bombar o sangue no início da circulação”.Aumento da disposição - A endorfina deixa as pessoas que caminham mais dispostas durante o dia e melhora a qualidade do sono. Melhora a saúde do cérebro - Segundo o médico, um fator importante é o aumento dos estímulos cerebrais provocado pela caminhada, que contribui de forma ativa para manter a saúde do órgão.Controle do diabetes - Aliada ao controle da dieta, a caminhada promove a redução da obesidade e favorece o controle da glicemia pelo consumo de energia, de acordo com o médico. Melhora a circulação - Para melhorar a circulação sanguínea é fundamental se movimentar. “A caminhada faz com que a musculatura da parede dos vasos sanguíneos ajude a impulsionar o sangue até as extremidades”, detalha o patologista.Melhora a respiração - “Andar melhora a capacidade vital, o VO2 máximo e tanto a inspiração quanto a expiração pulmonar. Faz bem para os pulmões a qualidade do ar inspirado quando se faz uma caminhada em um parque, por exemplo”, ressalta Dr. Beny.Combate a depressão - Durante a caminhada há a liberação de endorfina pelo sistema nervoso central e ela é responsável pelas sensações de relaxamento, alegria e bem-estar, eficazes no combate à depressão. Combate a osteoporose - Com a exposição solar, a caminhada é o melhor investimento contra a osteoporose: “Usar os ossos é a melhor forma de cuidar deles”.