Alimentos que mais têm agrotóxicos: veja a lista e seus riscos

Agrotóxicos usados nas plantações podem causar até câncer
Por Marina Lopes
thinkstock
thinkstock

Largamente utilizados na agricultura, os agrotóxicos combatem as pragas que costumam destruir as plantações, mas também trazem diversos danos ao meio ambiente, animais e seres humanos. Esses pesticidas tem efeito cumulativo no organismo e, em longo prazo, podem provocar o desenvolvimento de doenças como o câncer.

Leia também:

Soja faz bem ou faz mal?

Tipos de câncer mais comuns entre as mulheres

Dieta detox: emagreça em 15 dias

Uma pesquisa realizada pela Organização Pan-Americana de Saúde - OPAS, em 12 países da América Latina e Caribe, mostrou que o envenenamento por produtos químicos, principalmente pelo chumbo e pelos pesticidas, representa 15% das doenças notificadas. “O uso de agrotóxicos tem causado diversas vítimas fatais, além de abortos, fetos com má-formação, câncer, dermatoses e outras doenças”, afirma a nutricionista parceira do Organomix, Tatiana Rom.

O consumo diário de alimentos contaminados pode trazer efeitos imediatos, como o surgimento de alergias de pele e respiratórias, mas também traz alterações que só serão observadas no futuro. “Algumas pessoas creditam o uso de agrotóxicos ao aumento de alergias, alterações genéticas, problemas de pele e aumento da incidência de câncer”, afirma a especialista.

Alimentos que mais contêm agrotóxicos

O Programa de Análise de Resíduos de Agrotóxicos em Alimentos, realizado pela Anvisa, apontou que 29% das amostras analisadas em 2012 possuíam irregularidades, como agrotóxico não autorizado no Brasil ou em quantidade superior à permitida.

Crédito: Thinkstock O pimentão lidera a lista do excesso de agrotóxicos. Crédito: Thinkstock

Apesar de o valor nutricional não ser comprometido pela presença dessas substâncias, alguns alimentos podem se tornar perigosos para a saúde e não compensam o risco. De acordo com amostras analisadas pela Anvisa entre 2011 e 2012, as frutas e vegetais que apresentaram maiores níveis de pesticidas foram:

  • Pimentão: 89%
  • Cenoura: 67%
  • Morango: 59%
  • Pepino: 44%
  • Alface: 43%

Alimentos orgânicos

Para fugir da contaminação e aproveitar apenas os benefícios oferecidos pelos vegetais, a melhor pedida é investir nos alimentos orgânicos, que não possuem agrotóxicos, fertilizantes ou passam por qualquer outro processo químico. “Eles mantêm seus nutrientes e propriedades, conseguindo oferecer mais saúde e qualidade de vida ao consumidor. Algumas pessoas também acreditam que o sabor dos produtos orgânicos é mais intenso, como de algo fresco e natural”, finaliza a nutricionista.

Matérias Recomendadas