Ana Furtado revela uma das coisas que a assustaram no câncer e virou fonte de força

por | jun 25, 2018 | Comportamento

Em entrevista ao programa “Encontro com Fátima Bernardes”, da Rede Globo, Ana Furtado revelou uma das coisas que mais a assustaram no tratamento contra o câncer de mama: a perda de cabelo.

Queda de cabelo pela quimioterapia

“Eu já perdi cerca de 20 a 30% do meu cabelo. Em um primeiro momento, foi uma das coisas que me assustou muito”, disse a apresentadora do “É de Casa” a Fátima Bernardes.

Fonte de força

A perda dos fios de cabelo é resultado da sessões de quimioterapia que Ana realiza a fim de erradicar o tumor de seu organismo. Apesar do susto com o efeito colateral do tratamento, a apresentadora mostra-se otimista e revelou o novo olhar empoderador que desenvolveu sobre a questão.

“Gente, cabelo cresce e cresce rápido. E outra: é um ritual de passagem; é um momento de despedida. Você [cabelo] está sendo convidado para ser gentilmente retirado”, disse, recebendo aprovação de outras mulheres que enfrentaram a doença e estavam presentes no programa.

Crioterapia para amenizar a queda dos fios

Além do espírito positivo, Ana também revelou que realiza sessões de crioterapia em paralelo às de quimioterapia. O procedimento estético é o recurso encontrado por ela para que a queda de cabelo seja amenizada. “Não significa que o cabelo não caia. Ele cai, mas muito pouco.”

Mensagem para mulheres com câncer

Em sua passagem pelo “Encontro”, Ana também usou o espaço para mandar uma mensagem inspiradora para mulheres que enfrentam a mesma doença que ela.

“Ninguém disse que a vida é fácil e esta vai ser uma fase da sua vida que também não vai ser fácil. Mas ela passa. Então, lute. Tire do seu coração, da sua alma, do seu corpo, do seu espírito, o ódio o rancor, tudo de ruim que a doença pode trazer (…) Harmonize-se. Reequilibre-se (…) Promova a paz dentro de você. Reconecte-se. Cuide-se. Estabeleça a sua força. Tenha muita fé. Que a fé seja o vento que sopre a vela do seu barco. E o propósito, o leme que guia a sua vida. A minha cura é inevitável. A sua também é”, inspirou Ana Furtado.

Câncer de mama: mais informações