null: nullpx
comportamento-Mulher

Samara Felippo expõe racismo contra as filhas e gera indignação nas redes

Publicado 5 Out 2021 – 06:05 PM EDT | Atualizado 5 Out 2021 – 06:05 PM EDT
Reações
Compartilhar

Sempre empenhada em desconstruir o racismo em si mesma e nas pessoas, Samara Felippo mostrou recentemente mensagens que recebe atacando suas filhas, Alícia e Lara. Nelas, uma pessoa critica o cabelo das meninas, que a atriz sempre busca valorizar na intenção de não deixar que elas cresçam com trauma – e, ao compartilhar as falas racistas, ela e as pequenas receberam muito apoio.

Samara Felippo expõe racismo direcionado às filhas na web

Em seu perfil no Instagram, Samara Felippo expôs recentemente ataques racistas direcionados a suas filhas, Alícia e Lara. No post, ela compartilhou mensagens enviadas a ela por uma seguidora e, nelas, há ofensas a respeito dos cabelos das meninas. “Cabelo horrível, bota alisante nisso!!!”, diz uma mensagem. “Não sou fake, sou realista, cabelo de suas filhas são horrorosos!”, diz outra. “Tem q alisar esse cabelo!!”, diz mais uma.

Além de expor o racismo contra as filhas, ela também propôs uma reflexão, lembrando que, enquanto as duas têm apoio, outras crianças podem não ter. “Não adianta você simplesmente dizer que não é racista. É preciso pensar e agira. Imaginem quantas crianças pretas sofrem todos os dias, deixam de estudar, machucam seu couro cabeludo para alisarem os cabelos, se odeiam e crescem cheias de dores e traumas”, questionou.

Na sequência, ela revelou o que a fez começar a batalhar contra esse tipo de situação. “Comecei meio que num baque de ódio por minha filha querer alisar o cabelo aos 7 anos pra se encaixar na turminha de amigas brancas da escola”, disse ela, explicando que, com o conhecimento adquirido no processo de reeducação, ela então buscou preparar as filhas para viver coisas assim,

“Através do Muito Além dos Cachos, um canal que criei no YouTube com elas, criamos muito conteúdo lindo e representativo para que elas passassem a se amar e amar seus cabelos, porque situações racistas iriam chegar”, disse Samara, que preza não apenas pelo reconhecimento de ofensas assim como algo racista, mas também pela normalização das características de pessoas negras em meio às crianças brancas.

“Representatividade positiva não [é] só para crianças pretas se reconhecerem e entenderem que seus cabelos, traços e raízes são sinônimos de beleza, mas para que crianças brancas cresçam com a normalização de corpos pretos ocupando espaços relevantes, de destaque por toda a sociedade”, afirmou, ressaltando crer que esta não será a última vez que Alícia e Lara enfrentarão o racismo.

Nos comentários, as três então receberam uma onda de indignação e apoio. “Não é possível isso!”, disse a cantora Negra Li. “Absurdo! Suas filhas são lindas”, disse outra internauta. “Que desespero ler isso... Sinto muito. Sua força e sua luta fazem diferença”, disse outra. “O cabelo das suas filhas é lindo, elas são lindas, sua criação que mostra pra elas isso é linda e a importância delas saberem que são perfeitas é maravilhosa”, disse mais uma.

Veja o post na íntegra:

Antirracismo

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse