null: nullpx
ovulação-Mulher

Período fértil: como saber quando vou ovular?

Publicado 30 Jun 2016 – 05:44 PM EDT | Atualizado 20 Mar 2018 – 12:57 PM EDT
Reações
Compartilhar

Marianna Feiteiro

Do Bolsa de Bebê

Seja por uma questão de planejamento ou prevenção, muitas mulheres ficam atentas aos seus ciclos menstruais para determinar quando irão ovular. Ovulação é o processo em que o folículo do ovário é rompido, liberando um óvulo maduro que viaja pela trompa em direção ao útero. Neste período, o organismo se prepara para uma possível gravidez. Por isso, a parede uterina fica mais espessa e coberta com uma mucosa protetora – o endométrio. Se não é fecundado pelo espermatozoide, o óvulo se degenera e, depois de alguns dias, é descartado na menstruação junto com a mucosa da parede uterina.

Leia também:

Os dias que antecedem o processo de ovulação, bem como os que seguem, são o período fértil da mulher. No entanto, este intervalo de tempo é muito difícil de determinar, uma vez que sua duração depende de algumas variáveis. A primeira delas é o tempo de sobrevivência do óvulo no organismo feminino, que, no geral, é de 24 horas, mas pode variar entre 12 e 72. A segunda dificuldade é descobrir o dia exato em que acontece a ovulação. Normalmente, ele ocorre 14 dias antes da vinda da menstruação, mas essa data também não é precisa, uma vez que o ciclo menstrual pode ser afetado por inúmeros fatores, como estresse ou viagens, além de muitas mulheres apresentarem ciclos irregulares. Outro ponto determinante é o tempo de permanência do espermatozoide no corpo da mulher, que pode ser de até 72 horas. Por conta de todos esses fatores, o período determinado como fértil abrange uma "margem de erro" e se estende, geralmente, por cerca de uma semana, começando três dias antes da provável data de ovulação e terminando quatro dias depois.

Devido à impossibilidade de precisar o dia da ovulação, além das chances de variação da data por conta de influências externas, o uso do método tabelinha para controle de natalidade não é indicado. Neste método, a mulher calcula os dias em que estará fértil e evita o contato sexual. No entanto, existem outras formas mais seguras de saber quando você estará propensa a engravidar.

Método Billings

É a observação do muco vaginal a fim de determinar o período fértil. Durante o ciclo menstrual (que começa no primeiro dia de menstruação e termina um dia antes da próxima), o muco presente na vagina muda de consistência algumas vezes dependendo da fase em que a mulher se encontra.

Na fase infértil, seu aspecto é opaco e pegajoso. A substância não possui odor e, na calcinha, pode ficar dura e quebradiça. Como o muco vaginal nesta fase é pouco, muitas mulheres nem percebem sua presença. Por ter essas características, ele impede a chegada do espermatozoide até o óvulo. A fase infértil acontece nos intervalos entre a menstruação e o período fértil.

Já na fase fértil, o muco vaginal fica com aspecto de clara de ovo: é gelatinoso e transparente.

Temperatura basal

Crédito: Shutterstock

O método de temperatura basal também é usado para determinar o momento da ovulação. "Após o período ovulatório, se nota um aumento de temperatura de 0,5º C em virtude da produção de progesterona pelo folículo ovariano", explica o diretor médico do Centro de Medicina Reprodutiva Huntington, Márcio Coslovsky.

A temperatura basal é a temperatura mais baixa do corpo durante o dia, que se dá durante o sono. Por isso, o melhor horário para medi-la é pela manhã, logo ao acordar, pois qualquer atividade, como levantar da cama, falar ou se mexer muito, pode alterá-la.  É importante que a temperatura seja medida todos os dias, de preferência no mesmo horário, e que o sono tenha sido de, pelo menos, quatro horas. O termômetro pode ser inserido na boca, abaixo da língua, ou na vagina.

Cerca de dois dias após a ovulação, haverá o aumento da temperatura, que permanecerá alta até a próxima menstruação. Caso a mulher engravide, a temperatura se manterá alta até o final da gestação.

Como este método só avisa o período da ovulação depois que ela aconteceu, a orientação é manter um gráfico das temperaturas diárias por alguns meses para que seja possível localizar um padrão no ciclo menstrual que permita que o período fértil seja previsto com mais exatidão.

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse