Thaeme furou a orelhinha de Liz com mesmo método “humanizado” feito em Zoe: como é?

por | maio 7, 2019 | Gravidez e bebês

Mãe de primeira viagem, Thaeme surpreendeu seus seguidores no Instagram ao dividir uma novidade na vida de sua filha recém-nascida, Liz, que veio ao mundo no dia 20 de abril.

Pela web, a cantora contou que a pequena teve as orelhinhas furadas para usar os primeiros brinquinhos e chamou atenção por ter escolhido um método alternativo. Entenda como é:

Furo humanizado na orelha do bebê

Em postagens na rede social, Thaeme explicou que os furinhos na orelha de Liz foram feitos através de uma técnica diferente, realizada dentro de casa, enquanto a bebê mamava. E o mais surpreendente é que a menininha sequer se mexeu durante o procedimento.

Ao falar sobre isso, a cantora afirmou que optou por um método feito de forma humanizada, que também foi usado por Sabrina Sato quando ela decidiu furar as orelhinhas de Zoe. Ela, inclusive, recorreu à mesma profissional que cuidou da filha da apresentadora.

Criada e realizada pela enfermeira Tatiane Regonha Capelasso, de São Paulo, essa técnica promete ser totalmente indolor para os bebês. Isso porque são utilizados alguns princípios da acupuntura e técnicas de acolhimento que respeitam o bem-estar da criança.

Como é feito o furo humanizado na orelha?

Em suas páginas, a profissional esclarece que a perfuração é feita em um ponto neutro da orelha, seguindo o mapeamento de acupuntura, com a ajuda de uma agulha descartável bem fininha, conhecida como cateter. Desta maneira, não há o risco de contaminação, nem qualquer barulho que assuste o bebê.

Além disso, há também um cuidado com o conforto da criança e a enfermeira utiliza diversas técnicas humanizadas para criar uma experiência acolhedora tanto para o bebê quanto para a mãe. Por isso, muitas vezes a orelhinha é furada durante o aconchego da amamentação.

Embora a maioria dos bebês não sinta a dor da perfuração, alguns que são mais sensíveis podem se incomodar com a manipulação da orelhinha. Entretanto, em qualquer um dos casos, a técnica é 100% segura e só deve ser realizada mediante liberação do pediatra.

Filha da cantora Thaeme