Íris Stefanelli diz ter pouca estria e celulite: “Minha genética é boa”

por | jun 30, 2016 | Beleza

A repórter e ex-BBB Íris Stefanelli diz que não faz nenhum tratamento estético para o corpo. “Tenho a genética boa. Minha mãe não tem nenhuma estria e celulite, e eu tenho muito pouca”, conta. No entanto, a loira admite ter de se policiar para não ganhar peso. “São Paulo é a cidade dos restaurantes, e eu saio muito para comer, então tenho que me controlar. Não sou muito de doce, mas não resisto a um prato salgado”, diz. Para manter a boa forma, Íris vai à academia todos os dias. “Faço aeróbico e musculação também, porque tem que firmar.”

Leia também:

“Como de tudo e não engordo”, diz Mariana Mesquita, do Mulheres Ricas

Isabeli Fontana conta segredo de suas pernas

“Estou me sentindo mais sensual”, diz Wanessa sobre novo cabelo

Crédito: AgNews

Vestindo um conjunto clássico todo preto e acessórios extravagantes, a repórter do TV Fama (RedeTV!) conta que gosta de se vestir com roupas sóbrias. “Na minha profissão, a imagem conta muito”, diz. “Eu gosto bastante de usar decote, porque acho que me alonga, mas aí a roupa não pode ter decote nas costas e nem ser muito curta, tem que ter um foco só.”

Das tendências atuais, a ex-BBB diz que tem usado muito preto e branco e camisetas cropped. Já nos acessórios, Íris não economiza. “Antes a moda eram os maxicolares e agora são os maxibrincos. Eu já estou preparando a minha orelha para usar, porque adoro”, declara a repórter, que estava usando brincões dourados combinados com dois braceletes de franjas.

Crédito: AgNews

Cabelão

Se a loira não tem grandes preocupações com o corpo, o mesmo não acontece com o cabelo. Ela, que exibe madeixas longas, diz ser muito difícil manter o cabelo comprido e loiro, mas que não abre mão da cor de jeito nenhum. “Eu me prefiro loira, me sinto muito mais sensual”, revela. Ela conta que investe em produtos para hidratação caseira e que faz escova no cabelo frequentemente.

“Como de tudo e não engordo”, diz Mariana Mesquita, do Mulheres Ricas