null: nullpx
carteira de identidade-Mulher

Nova Identidade Nacional começa a ser emitida hoje: conheça os benefícios do novo documento

Além de registro nacional, o documento também servirá para viagens entre países integrantes do Mercosul.
Publicado 26 Jul 2022 – 12:41 PM EDT | Atualizado 26 Jul 2022 – 12:41 PM EDT
Reações
Compartilhar
Um exemplo de como será a nova carteira de identidade nacional. Crédito: Divulgação / TSE

A partir desta terça-feira (26), a nova carteira de identidade nacional começa a ser emitida no país. O Rio Grande do Sul é o primeiro estado a emitir o documento, seguido pelo Acre, Distrito Federal, Goiás, Minas Gerais e Paraná.

Nova carteira de identidade nacional

A nova identidade nacional começa a ser emitida no país, partindo do Rio Grande do Sul. O documento, já previsto no começo do ano, substitui o Registro Geral (RG) como principal forma de identidade válida por todo o Brasil.

Na carteira, constará o Cadastro de Pessoas Físicas (CPF) como registro geral e único para o cidadão brasileiro. A nova identidade também terá um QR Code, que poderá ser lido por qualquer dispositivo apto como forma de validar sua autenticidade, em casos de furto ou extravio.

O novo registro terá validade de 10 anos para pessoas com até 60 anos de idade, segundo informações da Agência Brasil. Para maiores de 60, o RG antigo continuará valendo por tempo indeterminado.

Nova identidade servirá como passaporte?


A nova identidade nacional possui o código de padrão internacional MRZ, que é o mesmo usado em passaportes, porém, não substituirá o documento internacional em países fora do Mercosul.

No entanto, o documento servirá para viagens dentro dos postos imigratórios do Mercosul, como Paraguai e Uruguai. O passaporte continua sendo um documentário essencial para quem pretende realizar viagens internacionais, sendo um documento válido por 10 anos a partir de sua emissão.

Como atualizar meus dados?

Por enquanto, apenas serão emitidas novas identidades aos cidadãos que estiverem com as informaçõe no CPF "de acordo com suas certidões atualizadas". A atualização das informações do CPF pode ser feita gratuitamente, pelo site da Receita Federal. A lista de documentos necessária para essa modificação foi disponibilizada no site do Ministério da Economia.

No entanto, vale ressaltar que ainda não há previsão de emissão do novo documento em vários estados brasileiros, portanto, não há urgência nessa atualização.

Novos documentos

Reações
Compartilhar