null: nullpx
abrigo pets-Mulher

Como saber se o abrigo de animais é confiável

Publicado 30 Jun 2016 – 05:46 PM EDT | Atualizado 20 Mar 2018 – 12:57 PM EDT
Reações
Compartilhar

Muitas pessoas desejam ajudar algum abrigo de animais abandonados, mas, a maioria não sabe avaliar se são abrigos de confiança para receber sua ajuda.

Veja 8 dicas que podem te ajudar a avaliar se o abrigo é de qualidade:

1 – O abrigo animal possui site?

Um abrigo que possui um site costuma ser uma organização mais séria.

Uma pergunta simples que nem sempre é levada em consideração é se o abrigo animal em questão possui um site que mostre os serviços, fotos do local e dos animais, tenha um canal direto de contato com a população, etc. Mas por que levar em conta a criação de um site? Porque, hoje em dia, a maioria das empresas sérias possui ao menos um blog para divulgar os serviços e, no caso de um abrigo animal, é um canal importante até mesmo para receber doações e divulgar o trabalho.

Se possuir, veja as políticas de adoção, se as imagens do local condizem com a realidade, etc. Esta é uma forma importante de medir a qualidade de serviços do abrigo.

2 – Como os animais são tratados? 

Observe e pergunte para se certificar de como é o tratamento dado a cada um deles. 

Esta é uma das mais importantes avaliações no momento de ver a qualidade do abrigo animal, pois o mais importante é conhecer os serviços oferecidos pela organização que mantém o abrigo. Assim, nada melhor do que fazer uma visita antecipada e ver como os animais estão sendo tratados: se estão saudáveis, gordos, magros, felizes, tristes, etc.

Aproveite a visita e converse com o responsável no local para saber como eles costumam tratar os pets, horários e tipos de alimentação, banhos, tratamentos de animais doentes, etc.  Se já havia visto o site da organização, compare e veja se tudo reflete a realidade do local.

3 – Os animais possuem espaço no abrigo animal?

É essencial que cada animal tenha o seu espaço de diversão e privacidade para garantir o mínimo de conforto e saúde. 

O lugar onde os animais estão sendo abrigados deve ter espaço suficiente para mantê-los saudáveis e ativos. Um bom abrigo animal possui um ambiente amplo para que possam se movimentar e não uma superlotação em que todos ficam espremidos.

A dica ainda é se informar sobre a capacidade máxima de animais que o abrigo pode suportar e ver se ainda possui disponibilidade para abrigar o animal que pretende levar.

4 – Quais as políticas de adoção do abrigo animal?

É importante conhecer como o abrigo cuida dos animais e quais as principais políticas de adoção.

Saber como funciona a política de adoção do animal, quais os critérios para avaliação do novo dono e o que o abrigo leva em conta para autorizar a adoção do animal são informações importantes no momento de avaliar o abrigo animal. Isso porque os abrigos que simplesmente "jogam" os animais para qualquer pessoa não são organizações sérias e as avaliações serão sempre negativas.

Além disso, é importante saber os critérios de aceitação dos animais no abrigo, de rejeição, situações de doenças, acidentes, etc.

5 – O abrigo animal é limpo?

A limpeza do abrigo influi no comportamento, segurança e saúde dos animais e deve ser levada em conta sempre. 

Quando dizemos local limpo para um abrigo animal inclui um ambiente agradável, onde a limpeza dos animais esteja em ordem e todo o ambiente em que estão seja cuidado de maneira correta.

É interessante se informar sobre como é feita a limpeza do lugar, quantas são as pessoas responsáveis e a periodicidade desta atividade a fim de descobrir se o animal fica em um ambiente limpo o tempo todo. Fatores importantes que interferem no ambiente são a iluminação, disposição de móveis, espaço para os visitantes, etc. epare em cada um deles durante a sua visita.

6 – Existe um veterinário no abrigo animal? 

É essencial que haja um profissional especializado para cuidar de cada animal de acordo com suas necessidades. 

Tudo bem que não é preciso ter um veterinário durante vinte e quatro horas por dia no abrigo, mas é preciso que haja um profissional responsável que esteja regularmente no local e conheça todos os animais que ali estão abrigados. Isso porque a qualquer momento pode acontecer algum acidente e ninguém melhor do que um especialista para cuidar do animal adoentado e dar o tratamento adequado.

Fuja de abrigos de animais onde não existe nenhum profissional na área porque os organizadores acreditam que não é necessário.

7 – Existem profissionais suficientes no abrigo animal? 

Analise se o número de funcionários do local é proporcional à capacidade de animais do abrigo.

Além do veterinário, profissional especializado para cuidar dos animais em casos de acidentes e também para controlar a alimentação dos mesmos, é necessário que outras pessoas estejam atentas aos animais. Assim, veja quantas pessoas trabalham ali e se isso condiz com a capacidade de animais que o abrigo pode ter, pois os pets necessitam de atenção, carinho, conforto e paciência.

Se necessário, converse com todas as pessoas que trabalhem no abrigo animal para que conheça o jeito de cada uma em lidar com os pets. É bom para tirar todas as dúvidas de tratamentos. 

8 – Pesquise sobre o abrigo animal! 

Pergunte aos amigos e procure na internet o que dizem sobre o abrigo animal. 

Por fim, mesmo tendo a sua impressão sobre o local, pesquisar e perguntar sobre o abrigo animal é uma ótima opção para ter total certeza. Peça opiniões de moradores locais e procure também na internet, pois as pessoas podem compartilhar experiências anteriores com você, te ajudando na escolha do abrigo. Desta forma, você pode confirmar suas opiniões ou obter outros pontos de vista em sua avaliação.

Agora que já sabe o que avaliar em um abrigo animal, está preparado para ajudar os pets a encontrar o lugar certo?

Matéria revisada por um profissional veterinário da Equipe AgendaPet.

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse