null: nullpx
Mães e Filhos-Mulher

Ewbank fala de acolhimento aos filhos "para que que eles saiam fortes perante o que viram"

Em um texto publicado no Instagram, ela e Gagliasso falaram da dor sofrida por Titi e Bless
Publicado 1 Ago 2022 – 04:49 PM EDT | Atualizado 1 Ago 2022 – 04:49 PM EDT
Reações
Compartilhar


Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso decidiram se pronunciar nas redes sociais após um caso de racismo sofrido por Titi e Bless em Portugal se tornar notícia mundial. Eles já haviam falado sobre o assunto em uma entrevista ao "Fantástico", mas decidiram usar o espaço que têm na internet para uma carta aos seguidores.

No texto, o casal fala um pouco sobre como estão os filhos de nove e sete anos e pedem espaço para que eles possam se recuperar do que viveram. Veja!

Ewbank e Gagliasso falam de racismo sofrido pelos filhos

"Estamos cuidando dos nossos filhos, nos cuidando e tomando todas as providências possíveis", afirmaram Giovanna e Bruno, após agradecerem o apoio que receberam.

Eles reforçaram novamente terem consciência de que o fato de serem brancos fez com que o episódio tivesse tamanha comoção. "Nós lutamos, nós choramos. E nós podemos gritar. Portanto, queremos, mais uma vez, lembrar que famílias pretas gritam todos os dias diante destes crimes e violências -verbais ou físicas. E muitas vezes famílias que se silenciam porque sabem que seu grito não é ouvido", afirmaram.


A apresentadora e o ator aproveitaram ainda para explicar um pouco a postura da família após o episódio. "Agora estamos com nossos filhos do lado – com todo o amor que podemos dar a eles – para que que eles saiam fortes perante o que viram e ouviram. Pedimos respeito a este momento pois o que gente ouviu dói na alma, mais que um soco. E dói em nossos filhos e em muita gente que vive isso o tempo inteiro, em todo o mundo."

Por fim, eles reforçaram que seguirão com a postura de usar o privilégio que têm, também como pessoas públicas, para combater o racismo. "Pois, mais uma vez: racismo é crime", finalizaram.

Leia o texto na íntegra abaixo:

Combate ao racismo

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse