null: nullpx
como evitar-Mulher

Personal gestante ensina 8 dicas para reduzir o inchaço na gravidez

Publicado 21 Fev 2017 – 04:00 AM EST | Atualizado 20 Mar 2018 – 12:57 PM EDT
Reações
Compartilhar

É assim com todo mundo e você, se está grávida, também já deve ter percebido: nos dias quentes, o inchaço dos pés e pernas tende a piorar porque o calor provoca a dilatação dos vasos sanguíneos. Com isso, o sangue passa a circular mais devagar, fazendo com que o corpo retenha mais líquidos que nos outros dias.

Como diminuir o inchaço da gestação

Segundo a personal gestante Gizele Monteiro, o inchaço na gravidez é muito comum principalmente no final do segundo trimestre da gestação, onde o volume de sangue e líquidos no organismo já está maior. “O inchaço aumenta progressivamente ao longo do dia e piora no final da tarde, começo da noite. Além dos pés e pernas, há outros locais do corpo que também podem apresentar retenção de líquido, como as mãos, rosto e nariz", explica.

Por isso, a profissional dá dicas para as futuras mamães curtirem a estação mais quente preservando a saúde e o bem-estar dela e do bebê:

1. Tenha uma alimentação balanceada durante todos os dias, preferindo alimentos leves, frescos e saudáveis.

2. Fique atenta à sua hidratação a todo o tempo, com ampla oferta de água potável e sucos naturais.

3. Evite estar em ambientes quentes e úmidos para manter sempre uma temperatura corporal ideal e agradável. Ambientes com temperaturas elevadas colocam em risco a saúde tanto da mãe quanto do bebê, principalmente, no comecinho da gravidez.

4. Se poupe também de ficar muito tempo em pé, pois isso pode fazer com que as pernas fiquem mais inchadas.

5. Sente-se a cada hora por alguns minutos e realize movimentos dos pés enquanto estiver sentada. Dessa forma, você ajuda a melhorar a circulação, caso desenvolva alguma atividade em que precise estar em pé.

6. Ficar sentada com os pés no chão ou pernas cruzadas também dificulta a circulação. Procure se sentar elevando os pés e movimentando-os periodicamente ao redor dos tornozelos.

7. É essencial evitar os sapatos de salto alto durante a gravidez. Além de serem arriscados para uma torção do tornozelo, eles impedem o movimento adequado dos pés e tornozelos que funcionam como uma bomba facilitando o retorno do sangue e líquidos. No calor com o pé inchado, há também uma perda da sensibilidade e amplitude dos pés e isso aumenta o risco das lesões acontecerem.

8. Entrar na piscina também auxilia a reduzir o inchaço porque estimula a circulação e, ao mesmo tempo, a constrição dos vasos sanguíneos.

Outras sugestões sobre gravidez

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse