null: nullpx
certo-Mulher

Curvex antes ou depois do rímel? Entenda por que o jeito errado pode ser perigoso

Publicado 14 Jun 2017 – 06:30 AM EDT | Atualizado 20 Mar 2018 – 12:57 PM EDT
Reações
Compartilhar

Já pensou que qualquer escolha sua no ritual de beleza pode fazer toda diferença não só no visual, mas também na saúde dos seus cílios? De acordo com a especialista Claudia Marçal, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, a forma com que cuidamos dos nossos cílios diariamente influencia diretamente na sua qualidade, tamanho e espessura. O jeito como se usa o curvex também pode acabar prejudicando a condição das pestanas a longo prazo. Veja algumas dicas de como evitar.

Como usar o curvex com segurança

O acessório que propicia a curvatura dos cílios pode ser utilizado nos fios médios e longos que são mais retificados e precisam de modelagem. Porém, é essencial que os fios estejam secos e completamente limpos.

O curvex deve ser obrigatoriamente usado antes do rímel ser aplicado nos cílios para que não provoque a quebra dos fios. "A grande maioria das máscaras, quando aplicada em várias camadas, deixa os fios ciliares mais duros e pouco flexíveis, o que pode provocar um trauma físico irreparável que leva a quebra no local da pressão”, afirma a dermatologista.

Além do acessório comum bastante conhecido, o curvex térmico também exige cuidado redobrado para que o tempo de exposição não seja demasiado e acabe queimando a pele da pálpebra. "A sua indicação é recomendada para quem possui cílios mais curtos, que são difíceis de modelar e conseguir a angulação desejada, ou ainda para aqueles cílios longos, volumosos e muito retificados”, conclui.

Dicas de maquiagem:

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse