Convite de casamento: como fazer e quando entregar

por | jun 30, 2016 | Moda

Além de todos os detalhes da cerimônia e da festa, os noivos precisam se preocupar com a escolha e a entrega dos convites de casamento. Além de ser bonito, o convite precisa ter todas as informações necessárias e deve ser entregue em tempo hábil para que os convidados possam se organizar.

Leia também

Por que contratar uma assessoria de casamento? Entenda 

Trash the Dress: o que é, quanto custa e quais os prós e contras 

Entenda as principais tradições de casamento 

“Ao contrário do que muitos pensam, o convite de casamento é um item muito importante, afinal ele é o primeiro contato que seu convidado terá com a boda”, afirma a cerimonialista Rose Quadro.

Rose lista os principais mitos e verdades sobre o convite de casamento.

Tamanho

“Atualmente ele pode ter tamanhos e formatos variados. A principal dica é adequar o convite ao estilo do seu casamento”, explica Rose. Se a festa for seguir um estilo clássico e formal a dica é apostar em convites maiores, grandes e retangulares.

Seu casamento for mais informal, os noivos ficam mais livres para criar e ousar nos tamanhos e formatos. “Quanto maior e mais trabalhado é o convite, maior é a expectativa gerada no convidado com relação à cerimônia e à recepção”, completa a cerimonialista.

Uma festa tradicional combina com um convite grande / Crédito: Thinkstock

Cores

As cores do convite não precisam seguir as cores da festa. Segundo a cerimonialista, é preciso tomar cuidado com cores fortes e estampas para que o convite não fique com um visual pesado. “O convite pode ter elementos ligados à festa, como um brasão, as iniciais dos noivos e até mesmo um toque da cor usada na recepção, mas sem exageros”, diz.

Convites perfumados

De acordo com Rose, os aromas já conhecidos e suaves costumam agradar, mas é preciso ter cuidado. “Não indico perfumes como lavanda ou baunilha”, afirma ela.

Nome dos pais

Antigamente os pais organizavam e pagavam o casamento dos filhos e, por isso, o nome deles “abria” as informações do convite. “Se a família for muito tradicional o convite deve ser feito dessa forma. Contudo, hoje em dia grande parte dos casamentos é financiada pelos próprios noivos, que acabam optando por colocarem seus nomes primeiro seguido da expressão “com a benção de seus pais” e o nome dos pais”, explica Rose.

Lista de presentes

“É extremamente deselegante colocar os antigos cartõezinhos com a lista de presentes. Os noivos devem informar ao cerimonial onde fizeram a lista de presentes, assim a empresa pode informar os convidados que ligarem perguntando”, afirma a especialista. Essa informação pode ser colocada também no site do noivos, caso eles tenham feito um.

Cartãozinho para entrada na festa

O ideal é que o convite seja entregue pessoalmente / Crédito: Thinkstock

Segundo Rose, há opiniões divergentes sobre o cartãozinho para a entrada na festa. “Eu o considero um mal necessário para evitar convidados indesejados”, diz.

Entrega dos convites

“Para convidados de outros países o convite deve ser enviado com dois meses de antecedência e para os que moram em estados ou cidades cerca de 45 dias antes “, aconselha Rose. Para convidados que moram na mesma cidade onde a cerimônia vai ser realizada, a entrega pode ser feita com um mês de antecedência.

Por correio

“Os noivos devem utilizar os Correios para enviar os convites das pessoas que moram em outro país, estado ou cidade. O ideal é que o restante seja entregue pelos noivos pessoalmente”, afirma a cerimonialista.

Assista ao vídeo e veja outras dicas:

–>