Exercícios físicos

(Thinkstock)

6 coisas que um treino em circuito faz pelo seu corpo

Apostar no treino circuito para emagrecer é uma das opções mais em alta nas academias. Também é uma ótima pedida para quem quer ganhar condicionamento físico. Isso porque essa modalidade é a combinação de atividades intensas e sem descanso, o que permite queimar de 400 a 600 calorias por aula de uma hora.

Economia de tempo: com o treino é possível otimizar o tempo. Os circuitos podem variar de 30 minutos até uma hora. Assim, o exercício permite cortar quase que pela metade um treino tradicionalTrabalha a musculatura: no treino em circuito, você trabalha todos os grupos musculares do corpoCondicionamento e resistência: o exercício também trabalha a capacidade aeróbia, sem que você precise ficar horas correndo na esteira ou na bicicleta, explicam as especialistas Trabalho em equipe: os circuitos geralmente são feitos em grupo e em atividades dinâmicas. Dessa forma, você pode ter companhia e fazer do treino uma atividade mais prazerosaEconomia de dinheiro: se a academia não sabe no seu orçamento, você pode aprender os exercícios do circuito e fazer uma adaptação em casa ou no parque, por exemploPerda de gordura e aumento de massa magra: por conseguir trabalhar exercícios aeróbicos e anaeróbicos, o treino potencializa ambos efeitos no corpo
(Thinkstock)

Frio diminui seu desempenho no treino. Saiba driblar o problema

Quando as temperaturas caem é automático: a disposição para fazer atividades físicas parece cair pela metade, e essa queda de energia com o clima ameno não é mito. Segundo a professora de educação física da Smart Fit, Natalia Bruzzone, o corpo entende que no frio é preciso gastar menos energia e armazenar mais substratos energéticos como gordura, para nos manter aquecidos.

Crédito: Reprodução/Instagram / Rede Globo

10 segredos do corpo de Sheron Menezes: dia detox, marmita e mais

No ar como a advogada Paula, na novela Babilônia, a atriz Sheron Menezes não abre mão da rotina de atividades físicas mesmo com o ritmo de gravações. É com essa disciplina que ela mantém o corpo sequinho e bem definido. Com 1,67m e 55 kg, ela diz que é viciada em malhar. "Se puder, faço até três atividades por dia, para mim não é uma obrigação", conta. Veja alguns segredos da atriz:

Pratica diferentes atividades físicas, como luta, pilates, stand up paddle, corrida e treinamento funcional, sempre com auxílio de seu personal trainer.Ela acorda cedo para malhar, não importa a hora em que foi dormir. "Se for o caso, vou para a aula e continuo o sono depois", afirma.Faz um trajeto de 4 a 5 quilômetros de corrida, sempre ao ar livre, na praia.Sheron diz que o muay thai, além de melhorar a musculatura de costas, pernas e braços, é também sua válvula de escape contra o estresse.Outra atividade que mudou seu corpo foi o balé fitness, qua ajudou a afinar a silhueta e melhorar a postura.A alimentação também é balanceada. Ela cortou pão e refrigerante, o que ajudou a diminuir o inchaço e eliminou a barriguinha.Ela evita usar gordura e sal no preparo dos alimentos, dando preferência a outros temperos para dar gosto.No dia a dia, leva marmita para o trabalho, para não se permitir cair em tentação.Quando exagera, Sheron faz um dia de detox com sucos. Ela também é adepta da compensação, intensificando os exercícios quando come um pouco mais.Os tratamentos estéticos são seus aliados, desde que não sejam invasivos. Ela faz drenagem linfática, massagens e carboxiterapia.
Crédito: Thinkstock

Musculação na gravidez: 4 exercícios para fazer e 3 para evitar

Fazer musculação na gravidez proporciona resistência e fortalece a musculatura das futuras mamães, e isso ajuda a suportar com mais facilidade o peso extra, diminui riscos de doenças e aumenta a tolerância à dor, o que pode ser importante na hora do parto. Porém, nem todos os tipos de exercícios na academia são recomendados para as gestantes. 

Faça: agachamento. Ele melhora a força de todos os músculos de membros inferiores e facilita o suporte ao peso ganho na gravidez. Mas tem que ser algo leve, evitado cargas elevadas.Evite: abdominais. Os abdominais tradicionais, com a barriga para cima, não devem ser feitos, pois é uma posição que faz o fluxo de sangue para o bebê ser reduzido. A melhor forma de fortalecer o abdômen é com exercícios estáticos.Faça: levantamento de peso leve. Levantar peso para os braços é outro exercício indicado e irá facilitar a vida da mãe no pós-parto, para carregar o filho sem esforços. Mas também deve ser feito sem exageros e cargas elevadas.Evite: exercícios de barriga para cima. Exercícios realizados no chão ou em qualquer aparelho que utilize a posição supina (barriga pra cima) devem ser evitados após o segundo trimestre, pelo aumento da compressão abdominal sobre o bebê.Faça: treino funcional. O treinamento funcional e pilates são atividades recomendadas por melhorarem a força, equilíbrio e flexibilidade da gestante.Evite: CrossFit. Atividades como o CrossFit também não são indicados para gestantes, pois não tem uma sequência definida de treinos e se torna muito intenso para gestantes.Faça: aparelhos de perna. Exercícios para pernas, visando o fortalecimento de membros inferiores, devem ser feitos com moderação e supervisão. Nada de utilizar aparelhos pesados.
Crédito: Reprodução/Instagram

Luana Piovani faz musculação na gravidez: pode ou não pode?

A prática de musculação na gravidez, quando bem aplicada e supervisionada, pode fazer muito bem para a gestante. "A musculação proporciona resistência e fortalece a musculatura, que ajuda a suportar com mais facilidade o peso extra e, em alguns casos, auxilia até para manter o peso. Também diminui riscos de certas doenças, como diabetes gestacional, má postura e problemas cardiocirculatórios", afirma o coordenador técnico da Academia Gaviões 24h, Renato Albino. Uma das adeptas é a atriz Luana Piovani, que espera os gêmeos Bem e Liz.

(foto/Thinkstock)

Por que é melhor fazer exercícios de manhã? 5 motivos para malhar logo cedo

É difícil para você vencer a preguiça de manhã e levantar para fazer exercícios físicos? Então saiba que essa atividade pode trazer muito mais benefícios do que você imagina – e que vão além dos número a menos na balança. Confira cinco motivos que vão te convencer a se exercitar logo cedo.

Metabolismo acelerado: a queima de gordura de manhã é mais acelerada porque o organismo está descansado. É importante lembrar que é fundamental tomar um bom café da manhã para fornecer a energia necessária para o trabalho muscular.Humor melhor: ainda que você levante mais sonolenta por ter que acordar mais cedo, a prática de exercícios libera endorfina, composto responsável pela sensação de bem-estar, o que ajudará a te deixar com um humor muito melhor no resto do dia.Sono melhor: exercitar-se de manhã melhora seu sono no final do dia porque deixa o corpo mais relaxado – exercitar-se à noite, por outro lado pode dificultar o sono especialmente em que sofre com ansiedade ou tem tendência à insônia.Alimentação mais saudável: o hábito de sacrificar algumas horas de sono para se exercitar vai estimular você a cuidar melhor da alimentação, já que você não vai querer que o esforço seja em vão.Dia mais produtivo: o exercício físico, além de liberar hormônios que melhoram o humor, também ajuda a relaxar o corpo e favorece a circulação sanguínea. O resultado disso é que sua disposição aumenta e seu raciocínio funciona melhor.
Thinkstock

Exercícios contra câncer de mama para quem tem ou teve a doença

Um estudo feito por pesquisadores da Universidade do Missouri, nos Estados Unidos, e publicado no Journal of Cancer Survivorship, revela que a prática de atividades físicas traz mais benefícios do que malefícios para a saúde de quem passou ou está passando pela quimioterapia.

Dicas para usar salto e não sentir dor na coluna

Muitas mulheres são apaixonadas por sapatos e sandálias de saltos e não dispensam o uso por nem um dia. Já outras escolheram profissões que exigem a produção social diariamente e é claro que o sapato alto não fica de fora. Independentemente do motivo, junto com a elegância vêm os problemas na coluna.

Exercícios para fazer em casa: treinamento funcional

Para algumas mulheres, a chegada do verão traz também a preocupação com o corpo. Mas, embora não pareça, quem está fora de forma não deve começar a academia de uma vez. Quem explica é o educador físico Felipe Barboza, que fala também sobre os benefícios do treinamento funcional.

Canoagem: saiba tudo desse esporte

Que tal em entrar em forma e emagrecer ao ar livre, na água e com um grupo de pessoas bacanas? Esta é a proposta da canoagem, esporte que divide com o remo a preferência das atividades aquáticas.