Cientistas descobriram a razão do grande buraco na lua; motivo é surpreendente

por | nov 7, 2016 | Ciência

O chamado “buraco na lua” é, na verdade. uma imensa cratera, que  tem diâmetro de 930 quilômetros e foi formada há 3,8 bilhões de anos. De tão icônica, a cratera ganhou nome: Oriental. Por que? É que ela está posicionada na borda de um local tão distante que mal dá pra ver diretamente da Terra.

Essa constatação foi feita por cientistas do Instituto Tecnológico de Massachusetts (MIT) e da Universidade de Brown, dos Estados Unidos. Eles descobriram que o grande buraco na lua foi causado por um asteroide, que entrou em colapso com o satélite.

“A Oriental serve como um protótipo para entender o grande impacto de crateras formadas no sistema solar”, escreveram os pesquisadores na revista Science.

Simulação da cratera

Com dados coletados por satélites enviados em 2012, eles utilizaram um computador especial que simulou o impacto e a evolução da cratera com o passar dos séculos.

A descoberta permitiu aos cientistas entender não apenas a evolução da Lua durante todo esse tempo, mas “como outros planetas sólidos foram influenciados por impactos desse tipo”, segundo a pesquisa.

“Grandes impactos como o que formou Oriental foram os maiores fatores de mudanças nas crostas planetárias do sistema solar”, explicou o geólogo Brandon Johnson, que participou da análise.

Lua: entre segredos e intrigas