Não é só rodízio: regras de trânsito em SP mudam no dia da greve geral

por | abr 27, 2017 | Notícias

*Matéria publicada em 27 de abril de 2017

Com o objetivo de garantir o direito de ir e vir das pessoas na cidade de São Paulo durante a greve geral programada para esta sexta-feira (28), a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes em conjunto com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) deve adotar algumas liberações a partir da 00h.

Regras de trânsito em SP: o que muda durante a greve

Rodízio suspenso

O rodízio de carros não vai funcionar durante o dia todo. Isso significa que os veículos de placas 9 e 0 podem circular normalmente, em todos os horários e regiões da cidade. Importante: a exceção é válida apenas para carros. O rodízio segue valendo normalmente para caminhões.

Zona azul grátis

Estacionar em vagas onde há zona azul será gratuito durante a sexta-feira (28).

Faixa e corredor de ônibus 

O uso das faixas de ônibus, geralmente na pista da direita, está liberado para todos os veículos, inclusive carros com apenas um passageiro. Já nos corredores exclusivos da esquerda, podem circular apenas táxis (com ou sem passageiros), fretados, ônibus escolares, carros comuns com dois ou mais passageiros.

Faixas reversíveis

As faixas reversíveis (inversão do sentido de circulação dos veículos para atender a alta demanda) serão mantidas no período da manhã, até às 10h. No resto do dia, os horários continuam.

São elas: Ponte das Bandeiras, Ponte dos Remédios, Radial Leste, Conselheiro Carrão, Ponte do Limão, Ponte da Casa Verde, Ponte João Dias e Ponte do Piqueri e Ponte Jurubatuba.

Greve: o que pode acontecer