Recém-nascida achada sob escombros na Síria ainda estava ligada à mãe por cordão umbilical

por | fev 8, 2023 | Notícias

Na última terça-feira (7), um hospital em Afrin, cidade que fica ao norte da Síria, foi surpreendido por um verdadeiro milagre. Uma bebê foi levada às pressas para receber atendimento, após sobreviver ao terremoto de magnitude 7,8, que atingiu também parte da Turquia no dia anterior. Seguido por vários tremores secundários, o abalo foi o pior registrado na região desde 1939.

Ela foi encontrada por um tio sob os escombros do prédio que os pais e irmãos moravam, segundo o jornal norte-americano The New York Times. A menina ainda estava com o cordão umbilical preso à mãe.

Bebê encontrada sob escombros na Síria após terremoto

Escombros de prédio em Iskenderun, Turquia, após terremoto
Burak Kara/Getty Images

Acredita-se que a mãe da bebê entrou em trabalho de parto depois do terremoto inicial, mas morreu logo em seguida, assim como o pai e os outros filhos do casal. “Ela deveria dar à luz no dia seguinte, mas parece que aconteceu em estado de choque”, disse o tio da pequena, cunhado da mulher, em entrevista.

Ele participou do resgate e contou que escutou a bebê enquanto escavavam, próxima do corpo da mãe. “Limpamos a poeira e a achamos com o cordão umbilical intacto, então, cortamos e levamos ao hospital”, afirmou, conforme citou o jornal The Guardian.

A bebê precisou receber vitaminas no hospital
RAMI AL SAYED/Getty Images

O pediatra Hani Maarouf, que está cuidando da recém-nascida no hospital, contou que ela chegou com a testa e as mãos azuladas, devido ao frio, de acordo com a BBC, um dos principais veículos do Reino Unido. Mas agora está em uma encubadora e em situação estável. “Ela veio com machucados e lacerações, além de hipotermia. Tivemos de aquecê-la e administrar cálcio”, disse.

O número de mortos continua sendo atualizado, já que as buscas seguem nos escombros, mas por enquanto a contagem já passa de 11 mil.

A recém-nascida segue com cuidados especializados em um hospital sírio
RAMI AL SAYED/Getty Images