null: nullpx
felicidade-Mulher

Estas são as 16 expressões faciais mais comuns do mundo em situações emocionais

Publicado 5 Jan 2021 – 11:25 AM EST | Atualizado 5 Jan 2021 – 11:25 AM EST
Reações
Compartilhar

Todos os seres humanos, sem exceção, em qualquer lugar do planeta, usam variações das mesmas expressões faciais em situações emocionais quando estão em contextos sociais semelhantes, revelou um estudo da Universidade da Califórnia, dos Estados Unidos.

As descobertas, publicadas no dia 16 de dezembro de 2020 na revista científica Nature, confirmam a universalidade da expressão emocional humana além das fronteiras geográficas e culturais.

Os pesquisadores usaram tecnologia de aprendizado de máquina conhecida como "rede neural profunda" para analisar expressões faciais em cerca de 6 milhões de vídeos enviados ao YouTube por pessoas em 144 países da América do Norte, Central e do Sul, África, Europa, o Oriente Médio e Ásia.

"Esta é a primeira análise mundial de como as expressões faciais são usadas na vida cotidiana e nos mostra que as expressões emocionais humanas universais são muito mais ricas e complexas do que muitos cientistas presumiram", disse Alan Cowen, o autor principal do estudo, em comunicado.

16 expressões faciais mais comuns do mundo

O rosto humano típico tem 43 músculos diferentes que podem ser ativados ao redor dos olhos, nariz, boca, mandíbula, queixo e sobrancelha para fazer milhares de expressões diferentes.

O estudo criou um mapa interativo online que demonstra como um algoritmo rastreia variações de expressões faciais associadas a 16 emoções. São elas:

  1. Prazer
  2. Raiva
  3. Admiração
  4. Concentração
  5. Confusão
  6. Desprezo
  7. Contentamento
  8. Desejo
  9. Decepção
  10. Dúvida
  11. Euforia
  12. Interesse
  13. Dor
  14. Tristeza
  15. Surpresa
  16. Triunfo

Após a identificação, as expressões faciais foram correlacionadas a contextos e cenários em que foram feitas em diferentes regiões do mundo. Foi possível descobrir assim semelhanças notáveis em como as pessoas através das fronteiras geográficas e culturais usam expressões faciais em diferentes contextos sociais.

De acordo com o levantamento, as pessoas ao redor do mundo tendiam a expressar admiração durante exibições de fogos de artifício, mostrar contentamento em casamentos, franzir as sobrancelhas em situações que exigiam concentração ao praticar artes marciais, indicar dúvida em protestos, dor ao levantar pesos e triunfo em shows de rock e eventos esportivos competitivos.

Os resultados mostraram que pessoas de diferentes culturas compartilham cerca de 70% das expressões faciais usadas em resposta a diferentes situações sociais e emocionais.

Além de procurar promover a empatia intercultural, as aplicações potenciais do trabalho científico incluem ajudar as pessoas que têm problemas para ler emoções, como indivíduos com autismo, a reconhecer expressões que os humanos normalmente fazem para transmitir determinados sentimentos.

Estudos científicos curiosos

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse