Botox para aumentar a boca ou para tratamento capilar são mitos. Veja outros

por | jun 30, 2016 | Beleza

Toxina utilizada para relaxar os músculos faciais e suavizar as rugas decorrentes da ação do tempo, o Botox muitas vezes é confundido com outros tratamentos estéticos. Confira em quais casos ele deve ser utilizado e quais são os procedimentos que não devem ser feitos com  toxina botulínica A.

Leia também:

Como usar Botox com efeito natural, quanto tempo dura e mais dúvidas

Famosas exageram no uso no Botox; Veja quem são

Lifiting mamário: mitos e verdades sobre a técnica

Tratamentos feitos com Botox

  • Linhas de expressão: suaviza rugas provenientes das expressões faciais;

    Botox não aumenta os lábios (Crédito: Thinkstock)

  • Pé de Galinha: elimina rugas encontradas nas regiões dos olhos;
  • Vincos entre sobrancelhas: diminui rugas provenientes das expressões;
  • Rugas em voltas dos lábios: ameniza rugas provenientes de expressões labiais;
  • Efeito preventivo: reduz a chance de aparecimento das rugas;
  • Hiperhidrose: atua nas glândulas sudoríparas controlando o suor excessivo nas mãos e axilas;

Botox não serve para

Aumento do volume dos lábios

Segundo a dermatologista Silvia Zimbres, da Sociedade Brasileira de Dermatologia, “o tratamento indicado para aumentar o volume e o contorno labial é o preenchimento com ácido hialurônico“. A toxina botulínica não tem a função de aumenta volume, mas sim de relaxar a musculatura.

Tratamento capilar

A ação da toxina se da apenas após a aplicação intramuscular. “O Botox não recupera o couro cabeludo e muito menos o fio de cabelo”, explica a dermatologista.

Cremes com Botox

Nenhum creme com toxina botulínica é capaz de relaxar a musculatura. “Os cremes agem superficialmente e hidratam a pele. Isso faz com que as rugas superficiais sejam atenuadas, mas o tratamento é o de hidratação e não tem relação com a toxina botulínica A”.

Descubra mais sobre a aplicação da toxina botulínica A: