null: nullpx
tatuagem-Mulher

Apesar de Millie Bobby Brown ter feito, não é uma boa ideia tatuar referência a "Stranger Things"

Símbolo tem gerado polêmicas nas redes sociais ao referenciar crueldade de evento histórico.
Publicado 21 Jul 2022 – 11:00 AM EDT | Atualizado 21 Jul 2022 – 11:00 AM EDT
Reações
Compartilhar
A personagem Eleven (Millie Bobby Brown) ficou confinada em laboratórios como cobaia durante grande parte de sua vida. Crédito: Courtesy of Netflix

Alguns fãs de "Stranger Things" têm homenageado a série em suas próprias peles. No entanto, uma das referências escolhidas tem gerado bastante polêmica.

Marcante na trama, na vida real seu significado é bem mais sério. O alerta foi feito pelo próprio fandom através das redes sociais, após observarem que tal referência tem sido replicada de forma perigosa.

Tatuagem de "Stranger Things" vira polêmica

O duplo sentido de uma das tatuagens mais feitas pelos fãs de "Stranger Things" gerou repercussão nas redes sociais. Tudo começou quando Millie Bobbie Brown, intérprete da protagonista Eleven, resolveu marcar em seu corpo um símbolo que sua personagem carrega na série: o número "011" no pulso.


Na produção da Netflix, o símbolo marca as " cobaias" de um experimento maligno, que usa crianças para testar poderes telepáticos. Assim como Eleven (cujo nome, "Onze", tem a ver justamente com a marcação), vários jovens que foram criados nesse laboratório para experiências também possuem números gravados nos pulsos.

No entanto, mesmo em uma série de terror e ficção, a tatuagem faz alusão a um acontecimento histórico real: durante a Segunda Guerra Mundial, os judeus capturados pelas tropas nazistas e levados a campos de concentração eram marcados com numerações nos pulsos para "registro".

Historiadores acreditam que a prática desumana era feita especialmente para marcar os prisioneiros que serviriam como cobaias de experimentos macabros. As controversas experiências eram conduzidas por médicos nazistas, que torturam muitas vítimas sem consentimento durante o holocausto.


Por isso, mesmo com a popularidade da série, a realização de tatuagens tão próximas desse momento tenebroso da história mundial são desencorajadas por muitos fãs, que tinham conhecimento prévio sobre o símbolo e estão alertando uns aos outros.

Em uma sessão de perguntas e respostas com fãs, Millie Bobby Brown comentou a escolha da tatuagem. "Ela é real agora. Meus pais ficaram bravos (risos), mas eu queria fazer porque marca uma parte da minha vida". A atriz ainda brincou que se sua personagem fosse fazer uma tattoo dentro da produção, provavelmente faria o rosto de seu amado, Mike Wheeler (Finn Wolfhard).

Tatuagens e cultura pop

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse