null: nullpx
tecnología 5G-Mulher

Sinal 5G começa a funcionar em São Paulo nesta quinta-feira (4): o que deve mudar?

Em processo de implementação por todo o país, o sinal 5G de internet chega à capital paulista.
Publicado 3 Ago 2022 – 02:48 PM EDT | Atualizado 3 Ago 2022 – 02:48 PM EDT
Reações
Compartilhar
Suspension bridge. Cable-stayed bridge in the world. Sao Paulo city, Brazil, South America. Crédito: Ranimiro Lotufo Neto/Getty Images/iStockphoto

Segundo decisão da Agência Nacional das Telecomunicações ( Anatel), proferida nesta terça (2), as operadoras irão ativar redes 5G na cidade de São Paulo a partir desta quinta-feira (4). Saiba como funcionará a liberação da tecnologia e o que impactará para o usuário nessa transição de sinal.

São Paulo recebe tecnologia 5G

São Paulo é a quinta capital brasileira a implementar a tecnologia 5G. A conexão móvel atualizada já foi liberada em Brasília (DF), Belo Horizonte (MG), João Pessoa (PB) e Porto Alegre (RS).

O sinal será disponibilizado e chegará progressivamente em todas as partes da cidade. Conforme apuração do jornal O Estado de S. Paulo, áreas com prédios empresariais, em regiões da zona oeste e parte da zona sul de São Paulo, devem ser as primeira a receber a cobertura, que se expandirá para demais extremos da capital.

Como será a transição para o 5G?


A mudança dserá gradual, conforme disponibilização do sinal em São Paulo. Para utilizar a tecnologia 5G, é necessário ter um dispositivo compatível. De acordo com a Anatel, 71 produtos no Brasil já estão habilitados, sendo a maioria dos dispositivos das marcas Samsung, Motorola e Apple, nesta ordem.

O usuário pode conferir a lista completa e mais informações sobre a compatibilidade no site da Anatel. Além de ter um produto compatível, também é necessário estar nas áreas de cobertura da rede.

As operadoras de telefonia ainda não se posicionaram sobre cobranças extras pela nova tecnologia, que promete altas velocidades de download e mais facilidades, conforme explicamos anteriormente nesta matéria. Portanto, os usuários ainda não precisam se preocupar com mudanças de planos de internet. Porém, como a velocidade de internet aumentará, é bem possível que as franquias criem novas regras, acompanhando os primeiros momentos de consumo dos usuários.

Segundo cronograma da Anatel, a previsão é de que todas as capitais tenham redes 5G habilitadas até o final de setembro.

Tecnologia 5G

Reações
Compartilhar

Mais conteúdo de interesse