Como engravidar de gêmeos: de todas as dicas, veja o que é mito e o que é ciência

por | dez 11, 2018 | Gravidez e bebês

Não existe um manual com regras a seguir para as mulheres que desejam engravidar de gêmeos. Mas há combinações de fatores genéticos e externos que podem levar a uma gravidez gemelar.

ShutterStock

A gestação de gêmeos acontece de duas formas: a primeira, quando a mulher libera mais de um óvulo no ciclo menstrual e ambos são fecundados por espermatozoides diferentes, o que dá origem a gestação de bebês que não são idênticos e podem nem ter o mesmo sexo.

No segundo caso, um único óvulo fecundado se divide em dois, gerando crianças geneticamente iguais.

Mitos e verdades sobre a gravidez de gêmeos

Será que a idade da mãe, casos de gêmeos na família e outros fatores como alimentação, raça, tratamentos para infertilidade ou suplementos de vitaminas conseguem ajudar quem deseja uma gravidez gemelar? Abaixo, veja o que é mito e o que é comprovado quando o assunto é engravidar de gêmeos:

1. Mulheres mais velhas têm mais chances de ter gêmeos

Verdade: A partir dos 35 anos, a mulher tem maior produção de hormônios como o estrogênio e, com isso, pode liberar mais de um óvulo de uma vez a cada ciclo menstrual.

2. Posições sexuais influenciam na gravidez de gêmeos

Mito: Não há comprovação científica de que uma ou outra posição durante a relação sexual aumente as possibilidades de uma gravidez gemelar

3. Ácido fólico ajuda a engravidar de gêmeos

Verdade: Pesquisadores suecos comprovaram que a suplementação com ácido fólico, que tem objetivo de ajudar no desenvolvimento da medula e cérebro do bebê, pode incrementar as chances de uma gravidez múltipla.

Shutterstock

4. Mulheres negras têm mais probabilidade de ter gêmeos que brancas e asiáticas

Verdade: Estatisticamente, mulheres negras são mais propensas a ter gêmeos. Dados comprovam que as brancas têm 1% enquanto as asiáticas 0,33% de chances de uma gravidez gemelar.

Shutterstock

5. Comer inhame amplia chances de uma gestação gemelar?

Verdade e mito: Não existem estudos neste sentido, mas os cientistas não descartam essa possibilidade, levando em conta a taxa de nascimentos de gêmeos na África, que é quatro vezes maior que no resto do mundo. Isso se deve, entre outros fatores, ao consumo deste tubérculo, base da alimentação em países como a Nigéria, por exemplo.

6. Tratamento para engravidar aumenta as possibilidades de ter gêmeos?

Verdade: As chances são maiores para as mulheres que fazem tratamentos como fertilização in vitro, por exemplo, já que são utilizados mais de um embrião por tentativa.

7. Casos de gêmeos na família facilitam a gravidez de gêmeos?

Verdade: Se houver histórico familiar de gêmeos, especialmente do lado da mãe, as possibilidades de uma gravidez gemelar aumentam consideravelmente.

8. É verdade que existem remédios para engravidar de gêmeos?

Mito e verdade: Existem sim medicamentos para estimular a ovulação, como o caso do clomifeno, mas não são recomendados para mulheres que querem engravidar de gêmeos. E, sim, para aquelas que estão com dificuldades na concepção, como parte de um tratamento contra a infertilidade. Estes estimuladores não devem ser adquiridos sem o aval médico.

9. Mulheres mais altas têm maior probabilidade de ter gêmeos?

Verdade: Estudos afirmam que as mulheres mais altas que a média produzem uma substância similar à insulina, conhecida como IGF, que está diretamente relacionada à gestação de gêmeos.

10. Veganas têm menos chances de engravidar de gêmeos

Verdade: Pesquisas mostraram que mulheres que consomem produtos de origem animal, especificamente laticínios, têm cinco vezes mais chances de ter gêmeos do que as veganas.

Gravidez de gêmeos