Cabeleireiro das famosas indica produtos indispensáveis para os fios

por | jun 30, 2016 | Beleza

Todo cabelo precisa de cuidados diários, independente do tipo do fio e dos processos pelos quais já passou. Ainda que o cabelo seja tratado periodicamente no salão, a complementação em casa é fundamental para manter a saúde, vitalidade e brilho dos fios. Porém, nem sempre é possível arrumar tempo para se dedicar ao tratamento caseiro das madeixas, e muitas mulheres acabam deixando este trabalho somente para o cabeleireiro.

Leia também:

Cabelos com luzes: como cuidar?

Cabelo de Gisele Bündchen: como ter cachos naturais

Óleo de Argan x Óleo de Ojon: qual é melhor?

Segundo o hairstylist das celebridades Edson Freitas, diretor da rede Edson Freitas Hautée Coiffeur, os produtos capilares são muito pessoais, já que cada cabelo tem uma necessidade diferente. “Nem todo mundo pode usar o mesmo tipo de produto. Os cabelos lisos e finos não precisam de tantos cuidados, enquanto os enrolados e secos necessitam de tratamentos diários”, afirma.

O especialista listou os produtos que considera fundamentais no cuidado de cada tipo de fio. Veja as dicas de cuidado com cabelo.

Produtos para cabelos

Protetor térmico

É indispensável para quem faz uso da chapinha. “Ele protege as camadas do fio, ajuda a prancha a deslizar melhor e evita que o cabelo fique com aspecto ressecado”, lista Edson.

Leave-in (ou creme sem enxágue)

Indicado para mulheres de cabelos crespos, deve ser usado sempre após a lavagem, nos fios ainda úmidos. A camada hidratante dá formato aos cachos, reduz o volume da raiz e evita que as pontas fiquem “espigadas”. “Coloque um pouco de produto na mão e, se for preciso, tire o excesso com a toalha, para que o fio não pese”, orienta o cabeleireiro.

Shutterstock

Óleo (ou reparador de pontas)

Os óleos de Argan, Ojon e outras variações são absolutamente necessários para mulheres que têm cabelos ressecados devido ao alisamento, tintura ou outros processos químicos degradantes. Pode também ser usado por quem tem o cabelo ondulado ou crespo e os fios naturalmente secos. “Aplique uma quantidade bem pequena na mão e passe suavemente nas pontas. Além de hidratar, o produto ajuda a controlar o frizz”, explica o especialista. Os óleos podem ser usados nos cabelos úmidos ou secos, ou mesmo como finalizador depois da escova e chapinha.

Mousse

Não é indispensável, mas é interessante para mulheres de cabelos lisos e finos. Ele confere volume e estrutura aos fios, e garante a fixação do look pelo dia inteiro. Edson indica o mousse também para quem tem o cabelo anelado e deseja fixar os cachos por mais tempo. “Neste caso, depois de lavar os cabelos, aplique um pouco do produto e deixe secar naturalmente”, orienta, observando que, no entanto, este método deixa os fios duros até a próxima lavagem.

O mousse também é indicado para quem faz escova no cabelo. “O fio ondulado tem uma peculiaridade interessante: se ele não está habituado ou recebe escova sem ter sido preparado, a tendência é que ele volte ao natural muito rapidamente, ao primeiro contato com umidade. O mousse evita que isso aconteça, conferindo durabilidade à escova”, explica Edson.

Ampolas

Não devem ser usadas todos os dias, mas são mandatórias para todos os tipos de cabelo, uma vez por semana ou a cada 15 dias (consulte seu cabeleireiro). Existe uma para cada necessidade do fio, como hidratação (a ampola de óleo de abacate é indicada), fazer o cabelo crescer (aposte no extrato de bambu, que fortalece a fibra e estimula seu crescimento), dar brilho e maciez às madeixas (extrato de uva é o que você precisa) e outras.

“Cada um é para um tipo de cabelo e contém uma certa vitamina”, diz o hairstylist. As ampolas são de aplicação única e vêm com instruções de uso na embalagem. No item abaixo, Edson indica a melhor forma de usá-las.

Shutterstock

Máscaras de hidratação (ou restauração)

Assim como as ampolas, precisam ser utilizadas semanalmente ou quinzenalmente, em qualquer tipo de fio. Existem diferentes máscaras para necessidades distintas. O cuidado maior que se deve ter é ao remover o produto do cabelo. “Diferente do leave-in, a máscara de hidratação deve ser totalmente removida dos fios após o tratamento. Se restarem vestígios, o efeito pode ser justamente inverso”, alerta o especialista.

A orientação de uso que ele dá é aplicar a máscara juntamente com a ampola, para um resultado ainda melhor:

1 – Lave o cabelo normalmente com um shampoo antirresíduos (de preferência, da mesma marca da máscara);

2 – Em um recipiente, coloque um pouco da máscara de hidratação (a quantidade suficiente para tratar o seu cabelo);

3 – Misture a ampola de aplicação única até o creme ficar homogêneo;

4 – Aplique a solução, mecha a mecha, em toda a extensão do cabelo, começando a 2 cm da raiz. “Por mais crespo ou seco que o cabelo seja, a raiz sempre terá oleosidade natural, não precisa de hidratação”, diz Edson;

5 – Deixe agir por 15 a 20 minutos (ou o tempo indicado na embalagem). Se desejar, aqueça o local com uma touca térmica. A temperatura elevada abre a cutícula do fio, permitindo maior penetração do produto;

6 – Enxague muito bem, retirando todo o creme;

7 – Finalize com um produto adequado para o seu tipo de cabelo, como leave-in ou óleo. A quantidade deve ser pouca, para o cabelo não “pesar”.

Edson recomenda investir em uma máscara de hidratação profunda (diferente da hidratação comum, que tem ação de cinco a 10 minutos). As marcas que ele indica são CliniHair (linha profissional da Niely, em especial a linha Reparação Absoluta), L’Oréal e Wella.