Top 10 estampas clássicas

por | mar 1, 2011 | Beleza

Póas: A estampa de bolinhas símbolo dos 1960 é ao mesmo tempo descontraída e retrô. Algumas versões relacionam o surgimento da padronagem com o nome francês “Petit Pois” ou associam o modismo ao estilo musical polka – já que em inglês a estampa é conhecida como Polka Dots.

Vichy: Retrô toda vida, a estampa Vichy surgiu nos anos 1950. Uniforme oficial das pin-ups, o quadriculado tradicional é um convite às produções ao mesmo tempo femininas e sensuais.

Listrado Navy: Depois que Mademoiselle Coco Chanel, nos anos 20, foi buscar inspiração nos trajes dos pescadores de Deauville para sua coleção esportiva, o look navy jamais saiu de moda. O figurino marinheiro-chique com camiseta listrada na horizontal em azul e branco é figurinha indispensável do guarda roupa de veraneio. Das passarelas e ruas para os balneários mais badalados do mundo o estilo navy ultrapassou barreiras e firmou-se como supercool!

Pucci: Especialista na arte de criar estampas geométricas e multicoloridas, o marquês italiano Emilio Pucci, há tempos provou que usar estampa é chique. Tonalidades com amarelos, roxos, safiras, turquesas e fúcsias – importadas de balneários paradisíacos, como Capri e Côte d’Azur – dão vida à peças como camisetas, vestidos, robes, sapatos e acessórios. Detalhes bacanas: ao longo da história da marca, foram criadas 25 mil variações de combinações de cores e desenhos e todas as peças estampadas vem com assinatura impressa no tecido.

Pied-de-poule: Entra inverno, sai inverno e o pied de poule (um desenho de quadradinhos com as pontas alongadas que lembra as marcas deixadas no chão pela pisada da galinha) permanece absoluto enfeitando os looks da estação. Clássica que só, a padronagem (criada na França e que em francês quer dizer “pé de galinha”) eternizada Coco Chanel é carregada de uma elegância vintage perfeita para os dias mais frios do ano. O mesmo desenho, um pouco maior, foi batizado pied-de-coq.

Zig Zag Missoni: A estampa zig zag da grife italiana definitivamente caiu no gosto das fashionistas e chiques de plantão. Divertida e colorida, a estampa hit ultrapassou a fronteira das peças da marca e já serviu de inspiração para uma linha home (com almofadas, toalhas, velas, roupa de cama etc) e um tênis Converse All Star (batizado “Missoni for Converse Chuck Taylor All Stars”). A mais nova parceria da marca é com as Havaianas: que criou chinelos e alpargatas com a clássica padronagem Missoni (e cores vibrantes!) para a coleção Primavera 2011.

Risca de giz: A tradicional padronagem das peças de alfaiataria, a risca de giz, tem nome autoexplicativo: são riscas brancas sobre fundo escuro – geralmente azul marinho, cinza ou preto. Clássica e elegante!

Oncinha: Chique e sexy a estampa de oncinha resgata o estilo de ar selvagem e sobretudo ultradivertido. Da idade da pedra, onde os homens usavam pele de animais como vestimenta, aos dias de hoje, o look oncinha é sucesso absoluto. A marca italiana Dolce&Gabbana é uma que não dispensa as padronagens animal print em suas coleções.

Xadrez Burberry: Ícone da Burberry (e de elegância!) desde 1924 a estampa xadrez (em tons de bege, vermelho, preto e branco) foi patenteada pela marca inglesa e até hoje enche os olhos das fashionistas mundo afora. A padronagem é usada em blusas, bolsas, gravatas e forros de casacos como o clássico trench coat – criado por Thomas Burberry, em 1856, para proteger os soldados da primeira Grande Guerra Mundial do clima frio e chuvoso da Inglaterra. Curiosidade: A Burberry já foi condecorada com uma Royal Warrant (menção honrosa dada a comerciantes e marcas) pela Rainha Elisabeth II. Muito chique!

Floral Liberty: Feminina que só, a estampa floral (mais famosa de todos os tempos!) Liberty foi criada por Arthur Lasenby Liberty, à frente da loja Liberty, na Inglaterra, em 1875. Com motivos florais miúdos a estampa delicada e versátil se popularizou e até hoje é sucesso absoluto no closet das moças que não dispensam os modismos clássicos.

Vichy: Retrô toda vida, a estampa Vichy surgiu nos anos 1950. Uniforme oficial das pin-ups, o quadriculado tradicional é um convite às produções ao mesmo tempo femininas e sensuais.

Listrado Navy: Depois que Mademoiselle Coco Chanel, nos anos 20, foi buscar inspiração nos trajes dos pescadores de Deauville para sua coleção esportiva, o look navy jamais saiu de moda. O figurino marinheiro-chique com camiseta listrada na horizontal em azul e branco é figurinha indispensável do guarda roupa de veraneio. Das passarelas e ruas para os balneários mais badalados do mundo o estilo navy ultrapassou barreiras e firmou-se como supercool!

Pucci: Especialista na arte de criar estampas geométricas e multicoloridas, o marquês italiano Emilio Pucci, há tempos provou que usar estampa é chique. Tonalidades com amarelos, roxos, safiras, turquesas e fúcsias – importadas de balneários paradisíacos, como Capri e Côte d’Azur – dão vida à peças como camisetas, vestidos, robes, sapatos e acessórios. Detalhes bacanas: ao longo da história da marca, foram criadas 25 mil variações de combinações de cores e desenhos e todas as peças estampadas vem com assinatura impressa no tecido.

Oncinha: Chique e sexy a estampa de oncinha resgata o estilo de ar selvagem e sobretudo ultradivertido. Da idade da pedra, onde os homens usavam pele de animais como vestimenta, aos dias de hoje, o look oncinha é sucesso absoluto. A marca italiana Dolce&Gabbana é uma que não dispensa as padronagens animal print em suas coleções.

Risca de giz: A tradicional padronagem das peças de alfaiataria, a risca de giz, tem nome autoexplicativo: são riscas brancas sobre fundo escuro – geralmente azul marinho, cinza ou preto. Clássica e elegante!

Zig Zag Missoni: A estampa zig zag da grife italiana definitivamente caiu no gosto das fashionistas e chiques de plantão. Divertida e colorida, a estampa hit ultrapassou a fronteira das peças da marca e já serviu de inspiração para uma linha home (com almofadas, toalhas, velas, roupa de cama etc) e um tênis Converse All Star (batizado “Missoni for Converse Chuck Taylor All Stars”). A mais nova parceria da marca é com as Havaianas: que criou chinelos e alpargatas com a clássica padronagem Missoni (e cores vibrantes!) para a coleção Primavera 2011.

Pied-de-poule: Entra inverno, sai inverno e o pied de poule (um desenho de quadradinhos com as pontas alongadas que lembra as marcas deixadas no chão pela pisada da galinha) permanece absoluto enfeitando os looks da estação. Clássica que só, a padronagem (criada na França e que em francês quer dizer “pé de galinha”) eternizada Coco Chanel é carregada de uma elegância vintage perfeita para os dias mais frios do ano. O mesmo desenho, um pouco maior, foi batizado pied-de-coq.

Floral Liberty: Feminina que só, a estampa floral (mais famosa de todos os tempos!) Liberty foi criada por Arthur Lasenby Liberty, à frente da loja Liberty, na Inglaterra, em 1875. Com motivos florais miúdos a estampa delicada e versátil se popularizou e até hoje é sucesso absoluto no closet das moças que não dispensam os modismos clássicos.

Xadrez Burberry: Ícone da Burberry (e de elegância!) desde 1924 a estampa xadrez (em tons de bege, vermelho, preto e branco) foi patenteada pela marca inglesa e até hoje enche os olhos das fashionistas mundo afora. A padronagem é usada em blusas, bolsas, gravatas e forros de casacos como o clássico trench coat – criado por Thomas Burberry, em 1856, para proteger os soldados da primeira Grande Guerra Mundial do clima frio e chuvoso da Inglaterra. Curiosidade: A Burberry já foi condecorada com uma Royal Warrant (menção honrosa dada a comerciantes e marcas) pela Rainha Elisabeth II. Muito chique!